Flamenguistas doam sangue no feriadão de Carnaval

Torcedores do Flamengo em Dourados movimentaram o Hemocentro na manhã deste sábado (26), feriadão de Carnaval. A mobilização reuniu apaixonados pelo time de futebol, que usaram a camisa do clube.

O ato solidário visa abastecer os estoques da cidade, que ficaram em nível baixo desde o início da pandemia do coronavírus.

Pouco mais de 20 torcedores compareceram ao Hemocentro, ao lado do PAM (Pronto Atendimento Médico), na Vila Industrial. A ação dos Flamenguistas acontece a cada três meses.

“O ato de doar sangue é um ato de salvar vidas, e isso é muito importante, a gente avalia que perante a sociedade temos esse dever moral de ajudar o próximo, seja com doação de sangue ou arrecadação de alimentos e roupas, porque juntos somos mais fortes. Esperamos que com nosso ato, outras torcidas organizadas da cidade coloquem em seus calendários de eventos a doação de sangue”, diz Paulão, presidente da torcida Rubro-Negra em Dourados.

Além da doação de sangue, a equipe realiza outras ações em Dourados. Sempre em andamento acontece a arrecadação de roupas e alimentos, para distribuir a famílias em situação de vulnerabilidade. Os flamenguistas também realizam ação voltado ao Dia das Crianças.

Critérios para a doação

Documentação: Para doar sangue é preciso que você esteja munido de um documento oficial com foto, como a carteira de identidade ou de motorista.

Idade: Os doadores precisam ter entre 16 e 69 anos segundo a nova lei da doação de sangue aprovada em 2013. Há uma ressalva para quem tem 16 e 17 anos: no Heocentro, o menor de idade tem que estar acompanhado de pai ou mãe ou responsável legal. Caso o menor de idade seja emancipado pode vir doar sozinho trazendo o documento de emancipação. Se for casado  traz a certidão de casamento que já é suficiente para a liberação. Também é importante lembrar que a primeira doação somente pode ser feita até 60 anos. Acima desta idade, apenas para quem já é doador de sangue.

Peso: Embora a nova lei permita a doação de pessoas abaixo de 50 Kg, a Rede Hemosul-MS reserva-se o direito de aceitar apenas doadores com 55 kg ou mais, para a melhor utilização do sangue coletado e segurança do doador.

Intervalo de doação: homens podem doar até quatro vezes ao ano com um intervalo mínimo de dois meses. Mulheres podem doar até três vezes ao ano com um intervalo mínimo de três meses.

Doenças que impedem a doação: doenças hematológicas, cardíacas, renais, pulmonares, hepáticas, autoimunes, diabetes,hipertireoidismo, hanseníase, tuberculose, câncer, sangramentos anormais, convulsões, ou portadores de doenças infecciosas transmissíveis pelo sangue como Doença de Chagas, Hepatite, AIDS, Sífilis. Se estiver com gripe ou alergia deve esperar sete dias após sarar para doar sangue.

Medicamentos: alguns medicamentos impedem a doação. Portanto fale para o profissional de saúde que for lhe entrevistar os remédios que está utilizando.

Vacinas: As vacinas impedem temporariamente a sua doação. Por isso, aproveite para doar sangue antes de tomar a dose de vacina.

Alimentação: Não esqueça: você deve estar BEM ALIMENTADO para doar sangue. Como muitos pensam não se pode doar sangue em jejum. É diferente de quando vamos fazer exames laboratoriais de sangue, para os quais o jejum é recomendado. Mas você pode evitar alimentos com excesso de gordura quando vier doar sangue. É recomendado que se alimente bem, porém, de forma saudável.

Onde? – O Hemocentro de Dourados fica na rua Waldomiro de Souza, ao lado do PAM, na vila Industrial. O telefone é o 3424-4192. O atendimento é às segundas, quartas e sextas-feiras é das 7h às 12h30. As terças e quintas é das 7h às 17h. O Hemocentro abre um sábado ao mês, pra isso é preciso estar atento às mídias sociais da entidade.

Fonte: Dourados Agora

Share this:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.