Orgasmos Múltiplos: O Que É E Como Sentir! | Blog Da Gall

Orgasmos múltiplos: o que é e como chegar lá?

Falar sobre orgasmos ainda pode ser um pouco decepcionante, afinal, muitas de nós não conseguimos sentir orgasmos nas nossas relações sexuais, seja acompanhada ou em momentos em que estamos sozinhas. Imagine então pensar em orgasmos múltiplos?

Mito ou verdade? Neste post vamos falar sobre orgasmos múltiplos, te ajudar a entender como o nosso corpo funciona nessa hora e te dar dicas para chegar lá e sentir muito prazer. Vamos lá?

Entendendo o nosso corpo na hora do orgasmo

Não podemos falar sobre orgasmos múltiplos antes de entender o que de fato é um orgasmo e como nosso corpo funciona na hora H. E encontrar pessoas que não conseguem identificar se já sentiram um orgasmo é muito comum, sabia?

Infelizmente falar sobre o orgasmo ainda é um tabu (mas não deveria ser!) e ficamos meio perdidas por falta de conhecimento sobre o assunto ou, às vezes, não temos tempo para conhecer o próprio corpo e entender o que nos dá prazer.

O clitóris tem grande parte de responsabilidade de proporcionar prazer e tem papel na obtenção de orgasmos femininos, já que possui mais de 8 mil terminações nervosas. Então, quando ele é estimulado direta ou indiretamente, envia milhares de sinais nervosos para o cérebro.

Esses sinais são enviados por vias diferentes, portanto proporcionam prazer de formas diferentes, o que abre infinitas possibilidades para chegar ao orgasmo múltiplo. Por isso a forma que cada pessoa sente o orgasmo é muito particular e não é possível dizer exatamente como senti-lo.

Mas o orgasmo, de forma prática, é a potência máxima de prazer que o nosso corpo sente na hora do sexo ou da masturbação. A alegoria mais comum para o orgasmo é uma descarga de energia pelo corpo, quando vivemos o ápice do acúmulo de tensão e carga sexual. Daí vem aquela sensação de prazer e satisfação!

Os famosos orgasmos múltiplos

Sentir um orgasmo é uma das sensações mais prazerosas da vida de qualquer pessoa. Imagine sentir esse clímax de prazer mais de uma vez em um curto espaço de tempo? Sim, isso é possível, quando acontecem os orgasmos múltiplos. É, eles existem!

Eles ocorrem quando sentimos orgasmos consecutivos em intervalos curtos durante uma relação sexual ou durante a masturbação. Isso porque o corpo feminino é capaz de sustentar a excitação e continuar concentrando tensão e carga sexual até que sinta uma nova descarga prazerosa sem precisar necessariamente fazer uma “pausa para descanso”, ou seja, para se recuperar do primeiro orgasmo.

O que eu vou sentir durante os orgasmos múltiplos?

Como falamos antes, nunca poderemos dizer exatamente quais as sensações de um orgasmo, seja ele único ou múltiplo, porque essas sensações são muito particulares a cada pessoa.

Há mulheres que descrevem o orgasmo múltiplo com picos de prazer que vão aumentando a intensidade, sendo mais intensos a cada vez com um espaço de tempo mais curto, algo que lembra as contrações de um parto, mas com sensações voltadas ao prazer sexual.

Quem já teve a sensação de sentir um orgasmo múltiplo o descreve também como se o corpo sentisse um encadeamento de orgasmos, como se o primeiro fosse mais curto e o último chega a ser tão intenso a ponto de deixar o corpo mole e tremendo por um tempo. Doido né?

O que importa aqui é lembrar que ninguém pode dizer pra você como se sentir. Esse momento é muito único e só você saberá os tipos de prazer que poderá sentir. Se entregue ao momento que vai valer a pena!

Homens também sentem orgasmos múltiplos?

Olha, felizmente nós mulheres somos as únicas privilegiadas com essa dádiva e vamos te explicar o por quê. Pessoas com pênis tem um processo pós orgasmo um pouquinho diferente da gente. Quando eles atingem o orgasmo (com a ejaculação), o pênis perde a ereção e as regiões do cérebro relacionadas ao prazer perdem força e não ficam tão ativas, como no nosso caso. Então eles precisam de um tempo de recuperação para atingir um novo orgasmo, ficando quase impossível que eles tenham orgasmos múltiplos.

Orgasmos múltiplos: como chegar lá?

Não existe uma fórmula para seguir e conseguir ter orgasmos múltiplos assim, de uma hora para outra (se tivesse, a dona estaria rica não é?). Até porque cada pessoa é única e sente prazer de uma forma diferente. O que vale aqui é entender o seu momento, se conhecer, respeitar o seus limites seguir essas 4 dicas:

1 – Relaxa e confia (e goza!)

Especialistas afirmam que os orgasmos múltiplos acontecem com mais facilidade com mulheres que se encontram em maior estado de relaxamento na hora do prazer. É quando a gente se entrega por inteiro e está muito confortável no momento, sabe? Por isso é tão importante buscar conhecer mais o nosso corpo, o que nos dá prazer e estar numa boa com quem estiver com a gente.

2 – Explore as zonas de prazer

Se o orgasmo múltiplo acontece como consequência de vários orgasmos consecutivos, então é hora de explorar isso. E olha, nós mulheres temos uma dádiva: não existe apenas um tipo de orgasmo. Então capriche nas preliminares, explore as várias regiões erógenas do nosso corpo e aproveite o momento com criatividade. Para te ajudar, separamos um post falando de 6 tipos de orgasmos femininos e dicas para chegar lá. Dá uma passadinha lá pra ver.

3 – Tente sozinha também (com ou sem brinquedinhos)

Ainda bem que o orgasmo não acontece apenas com penetração e a gente pode se divertir sozinhas também, não é? Aproveite esses momentos para explorar e descobrir cada parte do seu corpo e os estímulos que aumentam prazer. Você pode usar a imaginação e usar vibradores de diversos tipos que ajudam a estimular o clitóris. Seja livre e curta-se!

4 – Não se cobre tanto

Lembre-se sempre que o orgasmo não é apenas físico, ele também é psicológico, por isso, não faça dele sua única meta. O segredo é ir aos poucos, sozinha ou acompanhada, e ir descobrindo cada momento com muito carinho e prazer, de forma natural.

Com todo esse papo podemos concluir que mulheres que sentem orgasmos múltiplos tendem a conhecer um pouco mais o seu corpo e tem maior facilidade para encontrar seus pontos de prazer, porque sabem o que gostam ou não e estão dispostas a falar sobre o assunto principalmente quando não estão sozinhas.

Busque sempre entender e ouvir o seu corpo, e em como estimular situações que possam aumentar o seu prazer, sem cobrança, sem metas. O caminho do autoconhecimento sexual deve ser divertido e cheio de prazer. Os orgasmos, múltiplos ou não, virão com naturalidade. Apenas viva!

Gostou das informações? Não deixe de continuar acompanhando as dicas relacionadas ao prazer sexual aqui da Gall . Até o próximo post!

Fonte:  blog.gall.com.br

Share this:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.