‘Novo cangaço’ em MT: o que se sabe sobre o maior assalto dos últimos 10 anos

No total, 22 homens participaram do assalto em Nova Bandeirantes (MT) e mais de 30 pessoas foram feitas reféns e usadas como escudo humano. A Polícia Civil concluiu o inquérito na última semana.

Por g1 MT

A Polícia Civil concluiu o inquérito, na última semana, do maior assalto dos últimos dez anos em Mato Grosso, no estilo ‘novo cangaço’, em junho, em Nova Bandeirantes, a 980 km de Cuiabá, próxima à divisa com os estados do Amazonas e do Pará.

 

Assaltantes atacaram duas agências bancárias, no dia 4 de junho deste ano,e mais de 30 pessoas foram feitas reféns por homens armados e que estavam usando roupas camufladas. Alguns moradores foram colocados nas carrocerias das caminhonetes usadas pela quadrilha.

Câmeras de segurança mostram ação de bandidos em cidade alvo do 'novo cangaço', no Mato Grosso

Câmeras de segurança mostram ação de bandidos em cidade alvo do ‘novo cangaço’, no Mato Grosso

Veja, abaixo, o que se sabe até agora sobre o caso:

O que aconteceu?

 

Imagens das câmeras de segurança mostram a sequência da ação. A câmera na calçada de um banco gravou a chegada dos bandidos. Cinco deles pulam da caminhonete, armados, apontando em todas as direções.

Assalto no estilo Novo Cangaço em Nova Bandeirantes (MT) — Foto: Reprodução

Assalto no estilo Novo Cangaço em Nova Bandeirantes (MT) — Foto: Reprodução

Um deles fica na porta. O grupo atira na porta de vidro que leva ao espaço principal da agência e invade o lugar. Um pedestre vira refém.

“Eu pensei em tentar correr, mas era muita pressão em cima. ‘Venha, venha, venha. Eu vou atirar’. Mandaram eu tirar a camiseta, eu fui tirando a camiseta e fui a caminho ali da instituição onde me fizeram de escudo humano’, conta um morador.

Um dos criminosos foi direto falar com o funcionário e clientes foram agrupados no banco. Eles pedem que os reféns tiram a camisa e vão para a frente da agência bancária.

Reféns são feitos de escudo humano no ssalto no estilo Novo Cangaço em Nova Bandeirantes (MT) — Foto: Reprodução/Globo

Reféns são feitos de escudo humano no ssalto no estilo Novo Cangaço em Nova Bandeirantes (MT) — Foto: Reprodução/Globo

As vítimas serviram de escudo humano durante toda a ação. Motoristas e pedestres que passavam na frente da agência também eram chamados para se tornar escudos.

Os criminosos disparavam as armas a todo momento para aterrorizar os reféns.

Os assaltantes fugiram em caminhonetes e na saída de Nova Bandeirantes, colocaram fogo em um carro para bloquear a passagem e dificultar a perseguição. Eles foram para uma mata fechada.

Assalto no estilo Novo Cangaço em Nova Bandeirantes (MT) — Foto: Reprodução/Globo

Assalto no estilo Novo Cangaço em Nova Bandeirantes (MT) — Foto: Reprodução/Globo

As buscas das equipes policiais a pé pela mata atrás dos criminosos duraram 58 dias.

O que a polícia descobriu?

 

O grupo criminoso chegou da região Nordeste do país. Segundo o delegado Vitor Hugo Teixeira, responsável pelo caso, os assaltantes tiveram cerca de 30 dias para planejar o roubo.

Assalto no estilo Novo Cangaço em Nova Bandeirantes (MT) — Foto: Reprodução

Assalto no estilo Novo Cangaço em Nova Bandeirantes (MT) — Foto: Reprodução

Eles chegaram na cidade um mês antes e vídeos de circuito de segurança registraram os suspeitos frequentando lugares como uma conveniência e uma lojas de pneu.

Cerca de R$ 800 mil foram roubados nas duas agências. Desse total, R$ 573 mil foram recuperados.

Dinheiro foi recuperado pela polícia em Nova Bandeirantes — Foto: Assessoria

Dinheiro foi recuperado pela polícia em Nova Bandeirantes — Foto: Assessoria

Durante a ação policial, foram apreendidos 13 carros e 12 armas utilizadas no novo cangaço.

O que aconteceu com os criminosos?

 

No total, 22 homens participaram do maior assalto dos últimos 10 anos em Mato Grosso. Desses, cinco assaltantes foram presos e quatro ainda estão foragidos.

Outros quatro vão responder em liberdade.

Dois bancos foram roubados no assalto no estilo Novo Cangaço em Nova Bandeirantes (MT) — Foto: Reprodução

Dois bancos foram roubados no assalto no estilo Novo Cangaço em Nova Bandeirantes (MT) — Foto: Reprodução

Nove morreram nos confrontos com a polícia em julho deste ano. Com os suspeitos foram encontradas roupas militares, armas e parte do dinheiro do roubo.

Share this:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.