PF prende dois em operação contra ataque cibernético ao STF

Mandados foram expedidos pelo ministro Alexandre de Moraes. Site da Corte foi alvo de tentativa de invasão em maio. Na ocasião, técnicos disseram que não foram acessadas informações sigilosas.

Por: Wellington Hanna, TV Globo — Brasília

A Polícia Federal prendeu na manhã dessa terça-feira (8) duas pessoas durante a Operação “LEET”, que visa desarticular uma organização criminosa envolvida em ataques cibernéticos ao Supremo Tribunal Federal. As ordens foram expedidas pelo ministro Alexandre de Moraes.

Correção: ao ser publicada, esta reportagem informou erroneamente que haviam sido cumpridos três mandados de prisão. No entanto, a Polícia Federal informou mais tarde que foram cumpridos dois mandados em Olinda (PE) e em Jaboatão (PE) e que o suspeito de Belém de São Francisco (PE) não foi localizado.

A tentativa de invasão aconteceu em maio e tirou o site do STF do ar. Na ocasião, os técnicos afirmaram que não foram acessadas informações sigilosas, nem houve sequestro do ambiente virtual, como ocorreu com o Superior Tribunal de Justiça (STJ) em 2020.

PF abre inquérito para apurar invasão hacker ao STJ

PF abre inquérito para apurar invasão hacker ao STJ

Foram emitidos cinco mandados de busca e apreensão e três mandados de prisão temporária nas cidades de Itumbiara (GO), em Bragança Paulista (SP), Belém do São Francisco (PE), Jaboatão dos Guararapes (PE) e Olinda (PE).

Os investigados responderão pelos crimes de invasão a dispositivo de informática e associação criminosa.

Share this:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.