Puxado pela Índia, mundo registra novo recorde diário casos de Covid

Foram 889 mil infectados na quarta e 899 mil na quinta, segundo o 'Our World in Data'. Índia bateu recorde mundial de novos casos, que pertencia aos EUA, nos 2 dias seguidos.

Por G1

Puxado pela escalada da segunda onda de Covid-19 na Índia, o mundo registrou um novo recorde de infectados nas últimas 24 horas: 899 mil novos casos, segundo o projeto “Our World in Data”.

O número superou o recorde de 889 mil infectados de quarta-feira (21) e os 880 mil registrados em 7 de janeiro, quando os Estados Unidos passavam pelo seu pior momento da pandemia.

A triste marca foi atingida devido a mais um recorde de casos confirmados na Índia (332 mil), o que torna o país responsável por 37% de todos os infectados nas últimas 24 horas no mundo.

Índia também superou pelo segundo dia o recorde mundial de casos, que até então pertencia aos EUA, e voltou a registrar o seu maior número de mortes desde o início da pandemia (2.263).

Colapso na Índia

 

O sistema de saúde entrou em colapso no país, com falta de leitos, remédios e oxigênio nos hospitais. Na capital Nova Délhi, cremações em massa são feitas para dar conta do número de mortes.

Centro de cremação em Nova Dhéli realiza cerimônia em massa para vítimas da Covid-19 em 22 de abril de 2021 — Foto: Danish Siddiqui/Reuters

Centro de cremação em Nova Dhéli realiza cerimônia em massa para vítimas da Covid-19 em 22 de abril de 2021 — Foto: Danish Siddiqui/Reuters

O governo indiano atribui a segunda onda ao não uso de máscaras e ao desrespeito ao distanciamento social. Especialistas apontam como causas também uma nova variante e o próprio governo, que comemorou a “fase final” da pandemia em março e tem se recusado a adotar um lockdown nacional.

Nesta sexta-feira (23), um incêndio em um hospital nos arredores de Mumbai matou 13 pacientes com Covid-19. Em Ahmedabad, indianos aguardavam em ambulâncias e até em carros particulares por vagas em um hospital para Covid-19. Em Nashik, mais de 20 pacientes morreram em um hospital após uma interrupção no fornecimento de oxigênio na quarta-feira (21).Profissionais de saúde carregam paciente com Covid-19 após incêndio em hospital em Virar, na Índia, nesta sexta (23) — Foto: Rajanish Kakade/AP

  • Por que infecções pelo coronavírus explodiram na Índia
  • ‘Corpos e ambulâncias por todos os lados’: a crise no estado mais populoso da Índia, que tem mais habitantes que o Brasil

 

Paciente com problemas respiratórios aguarda dentro de carro por leito em hospital para Covid-19 em Ahmedabad, na Índia, em 22 de abril de 2021 — Foto: Amit Dave/Reuters

Paciente com problemas respiratórios aguarda dentro de carro por leito em hospital para Covid-19 em Ahmedabad, na Índia, em 22 de abril de 2021 — Foto: Amit Dave/Reuters

Países mais afetados do mundo atualmente:

Casos de Covid no mundo (22 de abril de 2021): 899.831 infectados

  1. Índia: 332.921 (37% do total)
  2. EUA: 67.257 (7,5%)
  3. Turquia: 54.791 (6%)
  4. Brasil: 45.178 (5%)
  5. França: 33.445
  6. Alemanha: 31.721
  7. Argentina: 27.216
  8. Irã: 24.092
  9. Colômbia: 19.306
  10. Ucrânia: 16.357

 

ÍndiaEUATurquia Brasil, os quatro países com mais infectados nas últimas 24 horas, foram responsáveis por 55% de todos os novos casos no mundo.

Índia também voltou a passar o Brasil e foi o país com mais mortes por Covid-19 do planeta nas últimas 24 horas.

Mortes por Covid no mundo (22 de abril de 2021): 13.712 óbitos

  1. Índia: 2.263 (16,5% do total)
  2. Brasil: 2.027 (15%)
  3. EUA: 943 (7%)
  4. Polônia: 695 (5%)
  5. Peru: 650
  6. Argentina: 537
  7. México: 482
  8. Ucrânia: 476
  9. Irã: 453
  10. Colômbia: 270

 

ÍndiaBrasilEUA Polônia, os quatro países com mais mortes nas últimas 24 horas, foram responsáveis por 43,5% de todos os novos óbitos no mundo.

Share this:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.