Handebol: seleção feminina bate campeãs mundiais em torneio amistoso

Brasileiras decidem título contra anfitriã Croácia nesta sexta (16)

Ficar mais de um ano sem jogar junto, por causa da pandemia do novo coronavírus (covid-19), não foi empecilho para a seleção feminina de handebol. Nesta quinta-feira (15), as brasileiras derrotaram a equipe dos Países Baixos, atual campeã mundial, por 25 a 19 na HEP Croatia Cup, um triangular amistoso disputado em Porec (Croácia) e que serve de preparação para a Olimpíada de Tóquio (Japão).

Nesta sexta-feira (16), às 15h (horário de Brasília), o Brasil encerra a participação no torneio contra a anfitriã Croácia. A partida será transmitida ao vivo pelo canal do Comitê Olímpico do Brasil (COB). Se vencer, a seleção garante o título do triangular.

A goleira Babi Arenhart, campeã do mundo pela seleção feminina em 2013, foi o destaque da vitória desta quinta-feira, com grandes defesas. Entre as jogadoras travadas pela brasileira, esteve a central Estevana Polman, eleita a melhor jogadora do último Mundial, que foi para quadra no segundo tempo. No ataque, a ponteira Adriana de Castro brilhou com sete gols e 100% de aproveitamento nos arremessos.

O Brasil disputa a competição desfalcado de três atletas campeãs mundiais há oito anos. A ponta Alexandra Nascimento e a armadora Deonise Fachinello estão de quarentena porque duas jogadoras do clube que defendem na França (Bourg de Péage) testaram positivo para o novo coronavírus e o elenco todo deve ficar em isolamento. Já a armadora Ana Paula Rodrigues, do Chambray Touraine (França), contraiu a covid-19. Em vídeos publicados no Instagram, ela disse estar assintomática e em isolamento.

As brasileiras se classificaram para a Olimpíada com a medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos de Lima (Peru), em 2019. A seleção dirigida pelo espanhol Jorge Dueñas caiu no Grupo B dos Jogos de Tóquio, junto de França (campeã mundial em 2017), Espanha (vice do mundo há dois anos), Rússia (atual campeã olímpica, que competirá sob bandeira neutra), Suécia e Hungria.

Edição: Fábio Lisboa

 

Agência Brasil

Share this:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.