Hospital fecha pronto atendimento e para de atender pacientes com Covid por causa de superlotação em Araguaína

Hospital Dom Orione informou que não há vagas e nem pontos de oxigênio para atender pacientes graves. Unidade vem apresentando superlotação há dias.

Por TV Anhanguera

O Hospital Dom Orione, da rede privada em Araguaína, decidiu fechar o pronto atendimento a pacientes com a Covid-19, por causa da superlotação. Segundo a assessoria de imprensa, faltam leitos e pontos de oxigênio. O fechamento segue mantido até a liberação de leitos.

O hospital vem apresentando superlotação há alguns dias. Na porta da unidade há cartazes informando que a lotação máxima foi atingida e, por isso, não é possível receber os pacientes graves.

A assessoria de imprensa disse ainda que não falta oxigênio porque o hospital possui usina própria.

Segundo dados do governo estadual divulgados no site Integra, o Hospital Dom Orione tem 15 leitos de UTI disponíveis para Covid e 14 estão ocupados. A taxa de ocupação é de 93%.

O Hospital Regional de Araguaína e o Hospital Municipal de Campanha de Araguaína estão com 100% dos leitos de UTI ocupados com pacientes diagnosticados.

Ainda de acordo com dados da Secretaria Estadual de Saúde, quatro pacientes estão na fila de espera por uma vaga na UTI, no município.

Os dados do boletim epidemiológico apontam que Araguaína contabiliza 24.432 casos e 316 mortes.

Share this:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.