Morre a professora baleada e abandonada na porta do hospital

A professora e ex-candidata a vereadora pelo Partido dos Trabalhadores (PT) de Dourados – , Anderci da Silva de 44 anos, morreu na noite deste domingo, no Hospital Cassems, em Campo Grande.

Ela estava internada havia cerca de um mês, depois de ter sido deixada na portaria do hospital com um ferimento a bala nas costas.

Uma pessoa em uma caminhonete deixou a professora ferida e desapareceu. Desde então a Polícia Civil de Campo Grande vem investigado o caso que foi colocado em segredo de justiça, mas já há um suspeito do crime.

Durante a gestão da prefeita Délia Razuk, Anderci foi coordenadora no CEIM do Altos do Indaiá e era concursada da prefeitura de Dourados e também foi professora no Colégio Presidente Vargas.

Nas últimas eleição a professora concorreu ao cargo, de vereadora pelo Partido dos Trabalhadores e teve apenas 28 votos e a prestação de contas dela foi rejeitada pela Justiça Eleitoral. Condenada ela teve que devolver R$ 1,3 mil ao Partido dos Trabalhadores por omissão e falhas nos gastos durante a campanha. A condenação saiu quando Anderci já estava hospitalizada.

CAMPOGRANDENEWS

Share this:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.