Motorista de ônibus que caiu em viaduto pulou antes da queda e desapareceu

O motorista do ônibus que caiu de um viaduto na BR-381 e deixou ao menos 16 mortos e 27 feridos nesta sexta-feira (4) conseguiu pular do veículo antes da queda, segundo a Polícia Rodoviária Federal, e ainda não se apresentou às autoridades.

O acidente aconteceu nas proximidades de João Monlevade, Minas Gerais, e o ônibus não tinha autorização para realizar transporte de passageiros.

Conforme a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), a empresa do ônibus, JS Turismo, tinha uma autorização judicial, por meio de liminar, a prestar serviço, no entanto, o ônibus que caiu de cerca de 15 metros,  não era habilitado para transportar passageiros. O ônibus também tinha o nome de ‘Localima Turismo’ escrito na parte externa. Esse pode ser um nome fantasia ou uma empresa que estaria prestando serviços à JS Turismo.

Segundo o Corpo de Bombeiros, são ao menos 14 mortos e 26 feridos até o momento. Onze passageiros morreram no local e três outras vítimas morreram a caminho do Hospital Margarida, para onde foram encaminhados os demais feridos.

O veículo tinha placa da cidade de Mata Grande, em Alagoas, e saiu de Santa Cruz do Deserto. Ele tinha como destino São Paulo e teria saído do povoado de Santa Cruz provavelmente na quarta-feira.

Com informações do Uol

Share this:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.