Rocam manda mais dois bandidos ‘pro saco’ em troca de tiros no Bairro da Paz, Zona Centro-Oeste de Manaus

Dois bandidos morreram em uma troca de tiros com policiais das Rondas Ostensivas Cândido Mariano (Rocam) no final da tarde do último domingo, 19, na Rua Advento, bairro da Paz, Zona Centro-Oeste de Manaus.

A polícia já investigou que os dois homens mortos eram pistoleiros profissionais e integrantes da perigosa facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) que atua em vários bairros daquela área de Manaus.

O tiroteio aconteceu quando uma denúncia anônima informou aos policiais que os dois bandidos estavam escondidos dentro de uma casa com armas de vários modelos e de grossos calibres que vinham usando para executar seus inimigos no tráfico de drogas.

Duas guarnições da Rocam cercaram a casa e tentaram a rendição pacífica dos criminosos, mas eles preferiram atirar contra os policiais e foi iniciado um intenso tiroteio em que os dois foram baleados.

Os bandidos atingidos com três tiros cada um, foram socorridos e levados para o Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto, mas o primeiro veio a óbito logo na chegada e seu comparsa morreu meia hora depois na sala de operação.

As armas apreendidas durante a ação, segundo informou o tenente PM Gelberth Mastheus, que comandou a ação, foram uma pistola calibre 9 milímetros, uma granada e um fuzil calibre 556 que é uma arma de guerra.

Armas e munições que os pistoleiros usaram no

tiroteio com os policiais da Rocam (Foto: Divulgação)

Ainda na tarde de domingo os policiais das Rondas Ostensivas Cândido Mariano já haviam prendido dois traficantes naquela mesma área e que eram integrantes da mesma facção dos dois pistoleiros mortos.

O tenente PM também confirmou que os dois pistoleiros mortos e os outro dois traficantes presos no domingo haviam participado da execução do traficante Charles Gomes Nunes, 31, na noite do dia 11 deste mês no bairro da Alvorada 1.

Durante este crime, a mãe, e o filho de Charles, de 66 e 13 anos, respectivamente, também foram baleados pelos pistoleiros que atacaram o rival quando ele estava em um bar perto de sua casa, na Ruia Marechal Rondon.

A mãe de Charles, aposentada Marineth Gomes de Almeida, 66, morreu no Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto e seu neto, que foi baleado no abdome, continua internado no Hospital e Pronto-Socorro Dr. João Lúicio Pereira em estado grave.

As armas apreendidas após o tiroteio foram apresentadas no 1º Distrito Integrado de Polícia (DIP) e os corpos foram removidos do necrotério do HPS na noite de domingo pela equipe do Instituto Médico Legal (IML).

Fonte: Portaldozacarias

Share this:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.