Ataque de pistoleiros deixa dois mortos na fronteira

Outras três pessoas ficaram feridas

Homens armados com fuzis invadiram na noite de ontem (28) a casa do empresário Celso Maldonado Duarte de 46 anos, o Maracanã e atiraram mais de 40 vezes contra ele. Maracanã morreu na hora e outras três pessoas ficaram feridas.

O crime aconteceu em Capitan Bado, cidade paraguaia vizinha a Coronel Sapucaia no Mato Grosso do Sul. Entre vítimas estava Jessica Nuñez Arevalos de 25 anos que morreu na madrugada de hoje (29) no Hospital Regional de Pedro Juan Caballero para onde os feridos foram levados.

Entre os feridos está o jogador da seleção paraguaia de futebol de salão Fábio Alcaráz, o Chacho que teve uma das pernas praticamente destruída pelos disparos. Ele foi operado de urgência na madrugada e o estado de saúde dele é estável. As outras vítimas foram identificadas como Luís Doldan e Mauricio Maldonado Escobar que estão fora de perigo de morrer.

De acordo com informações policiais. Havia dezenas de pessoas na casa de Maracanã, que era um comerciante conhecido na região e entusiasta do esporte amador local. Eles comemoravam o resultado de uma partida entre a seleção de futebol de Capitan Bado e a de Amambay, estavam em uma residência na rua Cerro Corá esquina com 12 de outubro do bairro São Miguel, em Capitan Bado. O jogo foi válido pelas eliminatórias do Campeonato Paraguaio de Futebol de Salão.

Investigadores da Polícia Nacional do Paraguai disseram que o alvo era Celso Maldonado que recebeu mais de 30 tiros de fuzil, mas que quem não conseguiu fugir na hora dos tiros também foi atingido pelos disparos. “Se não corressem iriam morrer todos”, disse o policial Alexander Mendez.

 

Fonte: Dourados Agora

 

Share this:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.