Sobe para três o número de mortes causadas por incêndio no Complexo do Alemão

Uma terceira pessoa morreu em decorrência do incêndio que atingiu uma casa na localidade da Matinha, próximo à UPP Fazendinha, no Complexo do Alemão na noite da última terça-feira, poucas horas antes da virada do ano. Outras 10 pessoas ficaram feridas. Há indícios de que o imóvel seria um esconderijo e laboratório do tráfico de drogas que atua na região. Investigações para apurar as circunstâncias da explosão estão em andamento na 22ªDP (Penha).

Segundo a direção do Hospital Estadual Getúlio Vargas, Jânio Pereira da Costa morreu na noite desta quarta-feira, e os pacientes Wallace da Rocha Lourenço, Clebio Serzedelo Morais de Abreu e Murilo Fernandes da Silva permanecem em estado grave. Já Fábio Daniel Diomedes Ferreira chegou morto à unidade. A segunda vítima que morreu não foi identificada. Ela havia sido socorrida ao Hospital municipal Salgado Filho, no Méier, que também recebeu outros três feridos.

Duas vítimas do incêndio deram entrada no Hospital Federal do Andaraí e uma foi para um hospital particular.

Como é uma área de risco, os policiais decidiram levar as vítimas encontradas no momento da averiguação para o Hospital estadual Getúlio Vargas, na Penha. Já demais feridos foram levados por parentes e amigos para a Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) do Itararé, e de lá foram encaminhados para outros hospitais.

Fonte: EXTRA

Share this:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.